A República contra a Máquina

1- Não o mero viver, mas a busca da vida bela. 2- A Liberdade não se negocia, a Paz sim. "Pode-se imaginar um prazer e força na auto-determinação, uma liberdade da vontade, em que um espírito se despede de toda crença, todo desejo de certeza, treinado que é em se equilibrar sobre tênues cordas e possibilidades e em dançar até mesmo à beira de abismos. Um tal espírito seria o espírito livre por excelência" (Nietzsche. Gaia Ciência, parágrafo 347)

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

segunda-feira, maio 28, 2007

Ocupação da reitoria da USP

Os estudantes que ocupam a reitoria da USP estão dando um exemplo de resistência e luta. O governo Serra tentou enfiar goela abaixo da comunidade universitária decretos que ameaçam a autonomia universitária, conquistada tão duramente após o fim da ditadura militar. A interferência de Serra tem o objetivo de aumentar o controle sobre a Universidade e facilitar o caminho para o corte de verbas para a universidade pública. É a única explicação que eu consegui encontrar até agora para o inédito continenciamento de verba que ele ordenou ao Cláudio Lembo em dez/2006 (isso nunca havia acontecido desde a criação da autonomia universitária em 1988).

Os estudantes de todo o Brasil deveriam apoiar os estudantes da USP, mesmo os que estudam nas universidades privadas, pois o governo, em vez de expandir as vagas nas universidades públicas, permitindo que mais alunos de todas as classes sociais entrem nas públicas, está sucateando o ensino superior público e transferindo dinheiro para os donos de universidades particulares através de financiamento estudantil. O mesmo dinheiro poderia ser utilizado para aumentar as vagas nas públicas, até que chegássemos um dia no ponto de países como Canadá, onde todas as universidades são públicas e gratuitas e há vagas para todos, sem necessidade de vestibular (lá as universidades privadas são proibidas). Mas em vez disso, o governo quer acabar com a qualidade do ensino superior público, da mesma forma como ele havia antes feito com a qualidade do ensino médio público, que se tornou deprimente. A diferença é que quando começaram a detonar a qualidade do ensino médio público não houve nenhuma resistência, nenhuma revolta da população, e agora os estudantes das públicas estão lutando para evitar que o mesmo aconteça nas universidades públicas.

O governo e parte da mídia tenta desqualificar a ação dos estudantes da USP como atos de radicalismo, poderíamos dizer: é verdade! é preciso ser radical na defesa da educação. Não podemos ser tolerantes com governos que dão as costas para os interesses do povo e tiram cada vez mais impostos daqueles que trabalham para transferir para aqueles que vivem de renda e recebem os juros da dívida pública. Que o dinheiro dos impostos esteja a serviço do povo! Que seja aplicado em saúde, educação, habitação e nos direitos essenciais dos cidadãos, e não sirva para engordar os lucros dos financistas e agiotas internacionais.

Parte da mídia tenta jogar o povo contra os estudantes da USP, alegando que são todos "filhos de papai" e que não deveria haver universidade pública. É verdade que boa parte dos estudantes da USP é de classe média e uma parte é de classe alta. Mas é mentira dizer que só ricos estudam lá. Uma pesquisa mostrou que os realmente ricos estudam principalmente na FGV, na FAAP e na PUC. É mentira dizer que não há alunos da classe trabalhadora lá. São mais de 5.000 alunos da usp que moram no CRUSP (conjunto residencial da usp) e são comprovadamente da classe trabalhadora, pois eles fazem lá um questionário sócio-econômico e investigam o salário dos pais para poder dar uma vaga para o estudante no CRUSP. Aliás, boa parte destes estudantes carentes está morando em um alojamento embaixo do estádio do CEPEUSP, em condições indignas.

Vejam algumas matérias na imprensa sobre a ocupação:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u19559.shtml

http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u300067.shtml

http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u19575.shtml

http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u19574.shtml

3 Comments:

Anonymous Helder said...

Professor entre neste link, http://carosamigos.terra.com.br/nova/ed121/so_no_site_ocupacao1605.asp

vai se surpreender com as investigações dos idealizadores do site CAROS AMIGOS, existe por lá também uma excelente reportagem sobre a policia federal, e muito material que pode ser discutido em sala de aula, confira nas seção edições anteriores a reportagem, o que é ser de esquerda também, eu adoro o site e te recomendoo...

Abraço e manera nas provas hein...rsrs

29 maio, 2007 16:16  
Anonymous Helder said...

Brasil aparece em 83º em lista dos 121 países mais pacíficos

Não sei se você chegou a ver está matéria publicada na revista britânica "The Economist".


http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u300825.shtml

Segue acima o link, talvez possa ser aproveitado, tanto em aula como no blog...

Abraço

30 maio, 2007 13:32  
Blogger Brutus said...

Oi Helder,

Conheço a revista Caros Amigos, é uma boa revista com reportagens boas e com articulistas que têm uma visão crítica. É importante que existam revistas assim para quebrar o consenso neoliberal dominante.

Ainda não vi a pesquisa sobre os países mais pacíficos, mas vou ver.
Abraços

30 maio, 2007 18:47  

Postar um comentário

<< Home

counter